quarta-feira, 2 de maio de 2012

Abrir conta em banco da França




Uma das primeiras providências ao chegar na França, como exigência da Capes, é abrir uma conta em um banco francês. Não é complicado, mas demora mais do que eu esperava. A França tem vários bancos grandes. Neste site você vai encontrar os principais. Os que eu mais vejo nas ruas são BNP Paribas, Caisse d'epargne, Crédit Agricole e La Banque Postale.

Nós abrimos no La Banque Postale, que é o banco dos correios. Fomos nesse porque o professor disse que era o menos chato e nos levou direto lá! Pelo que andei pesquisando, o procedimento para abrir a conta é mais ou menos o mesmo em todos os bancos. Pensa que é só chegar, pegar a senha e falar com o moço da mesinha que quer abrir uma conta...? Nada! É preciso agendar um "rendez-vous" com o 'conseiller financier'. O agendamento pode ser feito pela internet ou direto no banco. O nosso levou 1 semana (direto no banco) para acontecer. Você tem que apresentar apenas um documento de identidade (no nosso caso é o passaporte) e um comprovante de endereço, que pode ser uma conta paga, um aluguel pago ou, se você está em um alojamento da universidade, uma declaração do CROUS (responsável pelas moradias). Mas fique atento, pois em geram eles colocam a data da estadia nessa declaração, o que pode dar problema. Explicando: fiquei primeiro 1 mês em um quarto (antes de mudar para a kitinet) e, portanto, o período da minha declaração era de apenas 1 mês, ou seja, o banco não aceitou. Mas a mocinha do banco não viu na hora, só quando chegou a papelada na etapa final (10 dias depois) é que barraram. Aí tive que apresentar essa declaração de 1 mês e mais a declaração de reserva da kitinet por 4 meses, já que a responsável no CROUS disse que não podia me dar a declaração sem a data. Bom, eu sei que no final das contas, eu fui ao banco a primeira vez no dia seguinte da minha chegada, mas a conta só foi aberta de verdade mais de 3 semanas depois.

A conta é uma conta corrente normal, com direito a cartão, cheque e acesso on line, entre as outras coisas, claro (saques, extratos, etc). Paga-se por ela 14 euros por trimestre se você tiver mais de 26 anos. Se tiver até 25 (incluindo 25) paga a metade. O cartão pode ser tipo um de crédito, que você paga depois de usar, ou pode ser de débito, que funciona como o nosso no Brasil, mas com ele é possível também comprar pela internet. É você quem escolhe na hora de abrir a conta. Com ele também é possível tirar dinheiro em qualquer caixa eletrônico de qualquer país sem pagar taxas extras (nos países da zona euro). Não é preciso fazer nenhum depósito inicial ao abrir a conta. Lembrando que tudo isso é válido para o La Poste, os outros eu não tenho certeza. 

Um comentário:

  1. Eu posso abrir uma conta na la poste sem ter murada en meu nome

    ResponderExcluir