segunda-feira, 24 de março de 2014

O que comer em Praga (e quanto custa!)

Noite 1:

Depois da chegada confusa (não viu o post?), resolvemos comer uma coisa bem fácil e sem ter que ficar desvendando o cardápio. No entanto, nada tcheca! Macarrão na cabeça! (Fazer o que se as comidas dos italianos são feitas em todos os lugares! rsrs)


O que comemos: 2 pratos de macarrão e 2 cervejas 
Quanto custou: 500 CZK
Onde foi: em uma rua ao lado da Staroměstské náměstí


Dia 2:

Fizemos uma compra no supermercado de coisinhas de café da manhã (para 3 dias), cervejas e uns biscoitinhos e queijos para comer de noite. Dá uma olhadinha na nota das compras (dá pra entender nada!!!!). Gastamos 280 CZK.


As cervejas na República Tcheca são super baratas. No supermercado tem garrafas de 500 mL por 7 CZK (R$0,70). Nos restaurantes, varia entre 25-70 CZK. Como sempre, quanto mais no miolo turístico mais caro! A mais famosa é a Pilsen, mas eu achei meio amarga (olha que gosto de quase todo tipo de cerveja).


No almoço fomos na economia e ficamos no sanduíche mesmo. Compramos no supermercado, por 50 CZK cada um. Depois comemos um doce tradicional na barraquinha na Staroměstské náměstí. O Trdelníks é uma massinha doce feita enrolada em espetos e depois polvilhada com açúcar e amêndoas. Custa 50 CZK.



Terminamos a tarde tomando uma cerveja com vista para o rio e o castelo! Bom demais!!!!



Noite 2:

Começamos a noite no restaurante debaixo do nosso studio. Sentamos e pedimos o menu do dia. Nada feito, o menu era só na hora do almoço. De noite apenas pratos individuais (mais caros). Levantamos e fomos procurar outro lugar. Rodamos, rodamos e sentamos em outro lugar. A gente sempre olha o cardápio antes de sentar, pra escolher onde vamos comer. Quando chegou o garçom, os preços no cardápio dele eram 50% mais caros. Disse que se quiséssemos pagar o outro preço deveríamos nos sentar do lado de dentro. Perguntei o motivo e ele disse: "Ask my boss!" Pela segunda vez na noite levantamos e fomos embora. Depois percebemos que muitos restaurantes tinham essa mesma prática de cobrar a mais para sentar do lado de fora. Por fim, com a fome pegando, escolhemos um outro lugar e decidimos que nada nos faria levantar de novo. rsrsrs




O que comemos: 2 cervejas, 1 goulash e 1 costelinha de porco
Quanto custou: 600 CZK
Onde foi: algum lugar entre a Staroměstské náměstí e a Václavské Námèstí

O goulash é um cozido de carne bovina, acompanhado de dumplings (essas massinhas, parecendo um pão). Achei gostoso. Já a costelinha do marido estava meio seca e vinha acompanhada de saladinha de repolho.

Dia 3:

Tenho uma amiga que morou na República Tcheca um tempo e a primeira coisa que ela me disse quando estava lá foi "você tem que comer um queijo empanado que eles fazem aqui!!!". Como louca por queijos que sou, fui com esse prato na cabeça (até aprendi o nome pra procurar no cardápio: Smážený sýr). Descobri que ele faz parte das pouquíssimas opções vegetarianas que os restaurantes oferecem. Adorei! Delicia!!! 




O que comemos: 1 prato de queijo com salada, 1 prato de 1/4 de pato, repolho e dumplings e 3 cervejas pequenas.
Quanto custou: 650 CZK
Onde foi: em Malá Strana

A conta nos surpreendeu. Cobraram 15 CZK por pessoa por servir sal e molhos na mesa (siiiim, eu disse que achei meio explorador) e mais 15% de serviço. Realmente essas coisas estavam em letrinhas miúdas no cardápio, mas a gente não tinha visto.

Noite 3:

Praga tem muitas comidas de rua, em barraquinhas. No fim do dia a Václavské Námèstí (Praça Venceslau) fica cheia de gente comendo e comprando souvenirs nas barraquinhas. Nós comemos uma batata ralada e frita coberta com repolho. É vendido a quilo e eles lotam o prato! Pedimos apenas um e foi mais que suficiente pra nós dois. O casal do nosso lado sofreu pra comer dois pratos!




Outra coisa que vende muito na rua é o presunto de Praga, mas esse ficamos devendo.


Dia 4:

Fomos de excursão para Kutná Hora e o almoço foi corrido. As opções eram poucas e ficamos com medo de demorar muito comer comida de verdade. Decidimos comer pizza mesmo, porque é mais fácil decidir e pedir logo (e também porque não me importo nem um pouco de provar pizza em todo canto do mundo!).


No geral eu gostei das opções de comidas em Praga. Muita carne, repolho, batata... Além das opções clássicas como macarrão e pizza, que salvam qualquer um. Os preços são muito bons. Considerando que 600 CZK equivalem a mais ou menos 24 euros, é muuuito barato para a refeição com cerveja de um casal comparado às outras cidades da Europa. Mas não gostei de sempre ter uma surpresinha... mais caro do lado de fora, pagar pelo sal na mesa... Enfim, faz parte!!!

Um comentário: